CAPITAL CORP. SYDNEY

73 Ocean Street, New South Wales 2000, SYDNEY

Contact Person: Callum S Ansell
E: callum.aus@capital.com
P: (02) 8252 5319

WILD KEY CAPITAL

22 Guild Street, NW8 2UP,
LONDON

Contact Person: Matilda O Dunn
E: matilda.uk@capital.com
P: 070 8652 7276

LECHMERE CAPITAL

Genslerstraße 9, Berlin Schöneberg 10829, BERLIN

Contact Person: Thorsten S Kohl
E: thorsten.bl@capital.com
P: 030 62 91 92

Os 6 estados que mais produzem energia solar em 2018

O Brasil tem uma das maiores incidências solares do mundo e cada vez mais a energia solar está sendo a opção energética para diversos brasileiros. Além de ser uma fonte praticamente inesgotável e limpa, a energia solar faz grande diferença na conta de luz. Muitas tecnologias estão sendo desenvolvidas e os custos das instalações estão diminuindo. Com isso, os estados brasileiros estão investindo na energia solar, então, confira os seis estados que mais utilizam essa energia.

1 – Minas Gerais: este grande estado brasileiro foi o primeiro a ter a isenção do ICMS sobre a energia solar e a alta tarifa de energia comum. Além disso, Minas Gerais possui altos níveis de incidência solar em grande parte do ano, com isso, a energia solar fotovoltaica é uma ótima solução para substituir a cara e poluente energia comum. Atualmente, são 5.685 sistemas de energia solar residencial, 1.312 sistemas de energia solar comercial, 259 sistemas de energia solar industrial e 496 sistemas de energia solar rural. Um crescimento muito proveitoso!

2 – São Paulo: em segundo lugar no ranking de estados com maior uso da energia solar. O Estado paulista pode alcançar Minas Gerais em breve. No segmento de sistemas solares residenciais, por exemplo, São Paulo já passou os números de Minas Gerais. O sistema de energia solar residencial é o que possui mais representatividade na geração distribuída do Brasil. São Paulo possui: 6.523 sistemas de energia solar residencial, 881 comerciais, 105 industriais e 132 rurais.

3- Rio Grande do Sul: o Estado que ocupa o terceiro lugar no segmento, ultrapassa São Paulo na potência instalada, sendo contabilizados 340 kW gerados contra 50.315 kW do estado paulista. O que acontece é que o Rio Grande do Sul possui mais sistemas de energia solar comerciais instalados e esse tipo de sistema tem maior potência se comparado aos sistemas residenciais. São: 3.529 sistemas residenciais, 1.152 comerciais, 185 industriais e 300 rurais.

4 – Rio de Janeiro: o quarto lugar fica para o Rio que recebe uma radiação solar de 1,7 MW/m2 anualmente com irradiação direta média de 5,18 kWh/m2 por dia. O potencial do Rio de Janeiro é tão grande que cada metro quadrado exposto ao forte sol recebe energia solar capaz de aquecer um chuveiro por mais de uma hora diariamente. Seria o fim dos chuveiros elétricos!

5 – Ceará: o estado cearense cresceu cerca de 57% em relação à potência instalada de geração solar fotovoltaica distribuída nos últimos seis meses. Os dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) mostraram que em junho de 2018 o estado saltou para 17,1 MW. Além disso, a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) ranqueou o estado em quinto lugar no Brasil e o primeiro do Nordeste, com 6,3% da potência nacional instalada.

6 – Paraná: este estado concentra grande potencial de raios solares para captação de energia solar. Esta capacidade pode e deve ser melhor aproveitada! Das 4,5 milhões de unidades consumidoras da Copel, 1.547, somente 0,03%, utilizam a energia solar como fonte alternativa de produção de energia sustentável.

No ano passado, o Brasil chegou à marca de 1 GW de potência gerada por energia solar. O país passou a ocupar o 8º lugar no ranking mundial da produção de energia solar e, a partir disso, é possível notar que a energia solar é a fonte energética que mais cresce no mundo!